Entornos de distritos, Parque Estadual de Biribiri, Cachoeiras, Vilas charmosas, Garimpo real.

Atrativos principais:

As construções históricas do século XVIII enchem de charme o centro de Diamantina. São belas igrejas, sobrados e casarões suntuosos que remetem ao período colonial, quando a vida no arraial girava em torno da extração de pedras preciosas.

– Casa da Glória: Um dos cartões-postais de Diamantina, a construção do século XVIII traz dois sobrados interligados por um passadiço sobre a rua. Sede do Centro de Geologia da UFMG, o espaço é aberto à visitação e apresenta mapas geológicos, fotografias, quartzos e diamantes.

– Casa de Juscelino Kubitschek: A casa simples onde o ex-presidente do Brasil passou a infância foi transformada em museu. Os cômodos abrigam biblioteca, objetos pessoais, fotos e os violões usados pelo político para participar das serestas.

– Mercado Velho: Construído em 1835, era ponto de venda de mercadorias trazidas pelos tropeiros. Atualmente abriga o Centro Cultural David Ribeiro e a tradicional feira de artesanato, comidas, bebidas e hortifrutigranjeiros realizada aos sábados.

– Vesperata: São exibições públicas de bandas de música, na mais pura tradição mineira. É um evento grandioso, uma vez que os músicos se espalham pelo cenário colonial de Diamantina, utilizando inclusive as sacadas dos casarões. Acontece de março a outubro, pelo menos duas vezes a cada mês deste período.